Carlos Lindenberg foi sempre um homem ligado ao campo. Secretário da Agricultura na década de 30, estimulou a mecanização da lavoura e a seleção de espécies para melhorar os rebanhos. Achava um absurdo tirar os moços da lavoura para fazer o serviço militar, e expressou esse pensamento varias vezes da tribuna do Congresso Nacional, como senador e deputado.

 

Governou o Estado do Espírito Santo por dois mandatos. Enxugou despesas, organizou a máquina administrativa, instituiu o planejamento como ação estratégica.

 

Apesar da responsabilidade dos cargos que assumiu na vida pública, era um homem de hábitos simples, trazidos da infância vivida na Fazenda Monte Líbano (Cachoeiro de Itapemirim), onde nasceu.

Carlos Lindenberg

R$ 44,00Preço