Autor: Afonso Abreu, 144 páginas.
Rubem começou a publicar crônicas aos quinze anos de idade, em 1928. E não parou mais. Foram mais de 60 anos de textos, que traçam um painel emocional da vida brasileira, ao longo de um tempo que vai do governo de Getúlio Vargas até 1990, ano de seu falecimento. Seu percurso cigano de jornalista o leva de Cachoeiro de Itapemirim ao Rio de Janeiro, e de lá para outros estados, e, por fim, para o mundo, quando atuou também como embaixador. Sua pena jornalística testemunhou as marcas de sua passagem, seja em encontros emotivos ou fortuitos no cotidiano, seja com ênfase em tempos de guerra e de conflitos civis. Rubem Braga é, reconhecidamente, o principal expoente contemporâneo da crônica brasileira. Para Otto Lara Resende, ele (Rubem) tem a melhor prosa lírica do Brasil, a que não faltam na medida certa a capacidade de observação e a mais íntima ligação com as fontes da vida.

Rubem Braga

R$ 33,00Preço