Logo.png

O livro “Trilhos do Brasil” além de registrar de forma inédita a história desse meio de transporte no país, destaca as motivações que levaram as autoridades a se desviarem de suas responsabilidades optando pelo meio rodoviário, na contramão dos interesses estratégicos brasileiros. Na obra “Portos do Espírito Santo”, defende uma logística melhor distribuída entre os modais e apresenta a vocação marítima capixaba.

1.png

Livro em Português e Inglês sobre a história e a realidade atual do transporte ferroviário desde o século XVII. Amplamente ilustrado e editado em cores, o livro focalizará as primeiras iniciativas, na Bélgica e na França, o desenvolvimento das locomotivas e das estradas de ferro, sua chegada ao Brasil no Século XIX, o aparecimento do trem elétrico, do trem a diesel e das novas tecnologias nas ferrovias brasileiras. Serão focalizados os principais corredores de transportes existentes no Brasil, inclusive o Corredor Centro-Leste (Minas e Espírito Santo), o Centro-Norte (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), o Centro-Sudeste (Minas, Bahia, Sergipe e Ceará) o Minas-Bahia e o Minas-Rio.

Primeira ferrovia do Brasil, Estrada de Ferro Mauá

ferrovia_norte_sul_.jpg.jpeg

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

O livro será escrito em uma linguagem leve e acessível a estudantes do ensino fundamental a partir da 6ª série. A tiragem será de 3.000 exemplares com cerca de 130 páginas em formato 23cm x 23cm, capa dura, sobrecapa e miolo 4 cores em papel couchê.

ORÇAMENTO

O projeto foi aprovado para receber os benefícios do Art. 18 da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), por meio do qual empresas e instituições apoiar projetos sem qualquer ônus. O orçamento aprovado pelo Ministério da Cultura inclui itens como pesquisa, entrevistas, redação, edição, fotografias, programação visual, editoração eletrônica, revisão e impressão de 3.000 exemplares, num total de aproximadamente R$ 325.935,00.

Vale-4.jpg

CONTRAPARTIDAS SOCIAIS

10% da tiragem serão distribuídos gratuitamente entre leitores de baixa renda. Os responsáveis pelo projeto vão proferir palestras gratuitas sobre a história, a arquitetura e as outras manifestações culturais de Brasília. Serão produzidos 100 exemplares de audiolivros, para doação a entidades que atendem pessoas com deficiência visual.
 

Serão realizadas palestras sobre o tema do livro em Vitória (ES), Colatina (ES) e Belo Horizonte (MG). Esses seminários serão em escolas públicas de ensino médio e atenderão cerca de 150 alunos em cada escola. O lançamento será feito em local acessível a pessoas com dificuldade de locomoção.

CONTRAPARTIDAS COMERCIAIS

Além de receber exemplares do livro, o patrocinador terá sua logomarca estampada na contracapa e nos convites alusivos ao lançamento do livro. Sua participação também será citada nos press-releases, entrevistas e outros materiais de divulgação do projeto.

 

Caso haja interesse, poderá ser exibido no local do lançamento um banner do patrocinador, que também terão direito a usar imagens do projeto para divulgação. 

perfil1.jpg

EDITOR

Antonio de Pádua Gurgel nasceu em Vitória do Espírito Santo e se formou em Comunicação pela Universidade de Brasília. Idealiza, elabora, supervisiona e executa projetos. Publicou cerca de 70 livros, inclusive O senhor das orquídeas, Vitória, Espírito Santo (em Português e Inglês), O menino da Ilha, O Brasil vai às urnas – retrato da campanha presidencial de 1989 e Jornal da década de 70, este último com a participação de Merval Pereira e Eliane Cantanhede. Coordena a Coleção Grandes Nomes do Espírito Santo, que já publicou mais de 30 livros, incluindo Rubem Braga, Nara Leão, Maysa, Padre José de Anchieta, José Carlos Oliveira e outros.